Continuando o Review das mudanças, vamos comentar as mudanças na build de Holy, que num contexto geral acabaram prezando mais a economia de mana, já que as mudanças na mana regeneration fizeram que a economia de mana seja imprescindível. (Estamos planejando um post especial sobre o mana regen em breve.

Spirit Healer

  • New Talent: Body and Soul: 2-point talent. When you cast Power Word: Shield, you increase the target’s movement speed by 30/60% for 4 seconds, and you have a 50/100% chance when you cast Abolish Disease on yourself to also cleanse 1 poison effect in addition to diseases.

Dispelar poison é legal, mas a parte de aumentar a velocidade do target terá uma utilidade não muito grande em PVE, talvez em algumas situações específicas onde é necessário correr de um boss ou de um grupo de mobs, mas isso pode fazer a diferença em uma raid, seria um talento interessante experimentar, um priest apenas na raid com esse talento seria suficiente.

  • Circle of Healing: Healing increased by approximately 40%.

Com um Circle of healing de 6 segundos de cooldown esse aumento veio muito a calhar o que coloca os priests de novo no topo da lista de “Healing done”. Juntamente com o Prayer of Healing sendo castado em qualquer grupo e com o Holy Nova consumindo menos mana teremos os melhores group heals novamente ao nosso lado.

  • Holy Concentration redesigned: Mana regeneration is increased by 16/32/50% for 8 seconds after you critically heal with Flash Heal,Greater Heal, Binding Heal or Renew.

Basicamente perdemos o haste rating e ganhamos mana regen, olha ele de novo aí. Essa mudança foi uma das melhores, esse talento é essencial, com a mudança no Serendipity realmente o haste que perdemos no antigo talento não vai fazer muita falta. Eu diria que por conta desse talento o “critical strike rating” se tornou bem mais importante para os Holy priests.

  • New Talent: Empowered Renew: Your Renew spell gains an additional 5/10/15% of your bonus healing effects, and your Renew will instantly heal the target for 5/10/15% of the total periodic effect.

Essa turbinada no Renew também foi muito boa, não deixa de ser mais um heal instant cast, muito útil quando o tempo de cast é crucial.

  • Serendipity redesigned: When you heal with Binding Heal or Flash Heal, the cast time of your next Greater Heal or Prayer of Healing spell is reduced by 4/8/12%. Stacks up to 3 times. Lasts 20 seconds.

Esse talento também pode ser considerado essencial, pensa bem, stackando 3 vezes ele reduz o cast time do greater Heal e Prayer of Healing em 36% . Lembra do Improved Holy concentrantion?? Eu já esqueci dele.

  • Test of Faith: No longer increases critical effect chance of your heals, but healing done on targets lower than 50% health is increased from 2/4/6% to 4/8/12%.

Melhorou? Eu acho que sim, mesmo com a chance de criticar um heal em um companheiro com life baixo, existia a grande chance de não passar de um heal normal. Agora você vai healar até 12% mais, SEMPRE que alguém estiver com menos da metade do life.

É fácil admitir que todas essas mudanças melhoraram o Heal efetivamente, mas tudo isso foi para equilibrar o nerf no mana regen fora do “five second rule”. O que vai mudar é que ao invés de você ficar parado esperando seu mana regenerar você vai ter que tomar as decisões certas em cada heal para aproveitar o mana da melhor forma possível.

Mudanças Comentadas

newsComo prometi, estou comentando as mudanças implementadas para os priests, primeiramente vou explicar as mudanças na build de Holy e como os Holy priests deverão lidar com a mudança mais recente com a chegada do patch 3.1. Vamos a elas:

  • Abolish Disease: Now cleanses a disease every 3 seconds, down from 5. Duration reduced from 20 seconds down to 12 seconds.

Não dá pra saber se isso foi um Nerf ou um Buff, acredito que essa mudança deve ter sido motivada por balanceamento em PVP, já que o dano dos DK’s são basicamente influenciados por disease. Durante a sua duração, o Abolish Desease continua dispellando até 4 diseases, mas sua duração foi drasticamente diminuída. Em PVE acredito que essa mudança fará pouca diferença.

Essa mudança realmente foi impressionante, é incrível como a Blizzard gosta de inserir conteúdo nos Patch Notes

  • Divine Hymn redesigned: You recite a Holy hymn, summoning the power of the Divine to assist you in your time of need. Heals 3 nearby lowest-health friendly party or raid targets for 4960-5208 every 2 seconds for 8 seconds, and increases healing done to them by 15% for 8 seconds. Maximum of 12 heals. The Priest must channel to maintain the spell. Cooldown increased to 6 minutes, up from 5.

Eu particularmente achava essa spell boa pra se safar de situações de desespero, até que era um Crowd Control decente quando aplicada nas situações certas, as mais comuns eram quando alguém aggroava mais de um grupo de mobs em instâncias, era uma salvação temporária, dando tempo somente de fugir pra porta, já que o aggro não resetava. No PVP era muito pouco útil por conta de um cast time longo e o DPS reduzido em 40%.  Mesmo assim não fiquei muito satisfeito com a mudança, o heal dessa spell é muito bom, mas o gasto de 63% do base mana, faz com que só possamos usar em situações de desfecho se a mana estiver sobrando, o que é raro com a mudança do mana regeneration.

Uma mudança que já deveria ter sido implementada a algum tempo, como agora o Spirit influencia bem menos no mana regeneration a Blizzard resolveu implantá-la de uma vez. A Build Discipline continua com o seu talento de improvement.

  • Holy Nova: Mana cost reduced approximately 20%.

Consumindo menos mana temos um novo recurso de heal AoE instant cast. É claro que não se iguá-la ao antigo Circle of Healing.

Esse talento foi um dos que mais me surpreenderam na entrada do WotLK, quando procava o Greater Heal ficava praticamente com o mesmo cast time de um Flash Heal. A Blizzard achou melhor retirar, acredito eu, porque iria ficar redundante com a mudança do Serendipity que convenhamos, agora é essencial.

  • Hymn of Hope redesigned: You recite a Holy hymn, restoring hope to those in despair. Restores 3% mana to 3 nearby low mana friendly party or raid targets every 2 seconds for 8 seconds, and temporarily increases their total maximum mana by 20% for 8 seconds. After the effect expires, the mana is lost. Maximum of 12 mana restorations. The Priest must channel to maintain the spell. Cooldown increased to 6 minutes, up from 5.

O Hymn of Hope junto com  Divine Hymn são com certeza as spells que tem o maior tooltip do jogo. A mudança no Hymn of Hope não foi muito significativa, a spell continua sendo a gota de mana que falta em momentos de desespero.

Nada mais do que o lógico, o Psychic Horror sendo uma Shadow spell  se beneficiará com as talents da build de shadow citadas. Isso não acontecia antes.

  • Prayer of Healing: This spell now heals the target’s party, rather than being limited to just your direct party.

Assim como o Circle of Healing o Prayer of Healing pode ser agora direcionado a qualquer grupo de uma raid. Particularmente tenho usado muito ele agora, mas cuidado! Sua mana vai embora bem rápido se você exagerar.

  • Shadowfiend: Health scaling increased. Now receives 30% of the master’s spell power. Mana return increased to 5%, up from 4%. The Shadowfiend now returns mana when its melee attacks land, rather than when it deals damage. No longer has a 75% reduced chance to be hit by melee, ranged and spells. Movement speed normalized to player movement speed. Tooltip revised. New Shadowfiend ability, Shadowcrawl, teleports the Shadowfiend to an enemy target and increases its damage done by 15% for 5 seconds.

Nosso pet agora bate muito mais e agora restaura o mana a cada golpe, não importa se o golpe teve seu dano efetivo ou não. Acabou aquele problema de tempo perdido até o Shadowfiend se locomover até o seu alvo com a nova Spell Shadowcrawl ele vai se teleportar imediatamente até o alvo e ainda aumentar o damage em 15%. Isso foi mais um Buff pra compensar a perda do mana regeneration. Mas nem tudo são flores! Seu Shadowfiend que antes conseguia desviar de praticamente todos os golpes, agora pode ser acertado normalmente, mesmo seu life sendo um pouco maior, ainda assim ele se tornou totalmente vulnerável.

Concluindo, eu pessoalmente acho que a maioria das mudanças melhorarão em muito a jogabilidade, o nerf no mana regen não chega a ser tão penoso, mesmo porque o jogo perde um pouco a graça sem algum desafio, e o nosso, é chegar no final da luta sem que o mana acabe antes.

A Blizzard já disponibilizou o prólogo “The secrets of Ulduar”

Confira aqui também no Holy Tomb:


O confronto do Rei Varian Wrynn com Garrosh Hellscream realmente foi interessante, depois da morte de Bolvard na recente batalha do Wrathgate, o rei já havia se estranhado com Thrall antes em Undercity, agora as coisas estão esquentando.

Enfim, o Patch 3.1!

wowscrnshot_022609_164401Até então você viu muito pouca coisa relacionada ao novo patch aqui. Realmente nada foi contado , mesmo com toneladas de informações novas vindas do Public Test Realm há muitas semanas atrás. Para que fique esclarecido, nós do Holy Tomb estávamos por dentro de tudo e temos certeza que a maioria de vocês também, mas como tudo no Test Realm é passageiro e a maioria das mudanças são apenas especulações preferimos não publicar nada que não fosse definitivo. Com a chegada do patch e a mega lista de modificações agora podemos comentar algumas das mudanças mais significativas e como isso irá impactar daqui pra frente.

Se você quiser ver a lista completa com todas as modificações documentadas, veja a Official Patch Notes.

Todas as mudanças relacionadas a classe dos priests serão abordadas no próximo post.

  • Nova intância 10 e 25 men Ulduar que introduz uma nova Currency, o Emblem of Conquest, que vai permitir dentre outras coisas a compra das peças do Tier8 Armor Set.
  • Um evento permanente, o Argent Tournament, localizado em Icecrown apresentando novas formas de gannhar reputação com as cidades principais, novas daily quests, novos achievements, tabards, títulos, itens épicos, pets e mounts. Haverá ainda um evento onde as mounts poderão ser usadas em combate.
  • Mounts terrestres agora poderão nadar. Você não irá mais desmontar automaticamente ao tocar a água. Uma Mount aquática (Tartaruga)agora poderá ser adquirida através da fishing profession. Essa mount se movimenta mais rapidamente na água e mais lentamente no solo.
  • O Dual Spec pode ser adquirido a partir do level 40 e irá custar 1000 golds  para ser ativado permanentemente. As specs poderão ser alternadas a qualquer momento desde que você não esteja em combate. (Um guia para a utilização do Dual Spec será postado em breve)
  • Todas as classes sofreram Mudanças em suas Talent Trees e Spells, por conta disso todas as builds foram reiniciadas e será possível atribuir novamente os pontos de talento sem necessidade de gastar golds.
  • Agora todas as instâncias do Wrath of the Lich King irão ter um Dungeon Dynamic Map, mostrando a posição dos players e bosses.
  • Agora o Quest Tracking irá exibir os itens de quest equivalentes, assim não há mais necessidade de procurá-los na bag, ele poderá ser movido também.
  • Os pontos de talento agora poderão ser revisados antes de aplicados, essa opção também precisa ser habilitada nas opções de interface.
  • Um Gereciador de equipamento agora irá armazenar até 10 gears pré-definidas para que sejam alternadas a qualquer momento instantaneamente. Apesar de constar na patch notes o gerenciador de equipamentos não foi implemanetado a tempo, vamos ter que nos contentar com o addon Outfitter, esperamos que ainda funcione.
  • Compras onde mais de 150 golds serão empregados, irão ativar uma tela de confirmação.
  • A ferramenta de Looking for Group agora irá conter a função de cada integrante da party. Assim não será mais necessário perguntar quem é Healer, quem é Tank e quem é DPS.
  • Ao entrar em uma instância lockável irá ser apresentado uma tela de confirmação perguntando se você irá se salvar naquela instância ou quer ser teleportado para o cemitério mais próximo. Acabaram os problemas de ficarmos acidentalmente lockados.

Essas são as mudanças mais significativas. As mudanças equivalentes a cada classe poderão ser consultadas no link lá no topo do tópico. Irei comentar as mudanças relacionadas aos priests em um post posterior.

Até lá!

Enjoy the new Patch!

Quando a morte é magnética.

morreu1

Nunca deixamos de topar com essas situações em uma raid onde algumas pessoas se acham o Super-Homem, ou o Wolverine ou até mesmo Jesus Cristo e acabam praticamente se matando por pura falta de bom senso; E ainda assim perguntam porque não foram healados. Então resolvi tomar a iniciativa e citar alguns motivos para você atrair a morte mais fácil e assim facilitar o trabalho dos healaers. Isso mesmo! Se você fizer uma dessas cagadas não esperem por heal pra te salvar porque ainda não existe uma habilidade no jogo chamada “Miracle”.

  • Melee DPS na frente do Mob sem razão aparente, tomando Cleave ou outro dano em forma de cone.
  • Warlocks que usam Lifetap durante as lutas e têm preguiça de sentar pra comer.
  • DPS casters que insistem em começar a castar toneladas de spells antes do tank alcançar o Mob.
  • Melee DPS que gosta de tankar.
  • Tanks dando pull com healer sem mana.
  • Pets que roubam aggro.
  • Hunters que pegam aggro e não usam Feign Death

Essas são algumas razões para não ganhar uma curazinha. Resumindo a lista acima, qualquer atitude onde você não procura minimizar o dano que você está tomando é o caminho para morte e possivelment nós healers não vamos curar, porque isso seria o mesmo que apoiar o erro. Todos os erros listados acima são erros básicos não é nada novo, mas mesmo depois da segunda expansão do WoW vemos isso acontecer incontáveis vêzes. Pessoalmente eu não gosto de deixar ninguém morrer, mas não tem jeito, para muitos é só morrendo que se aprende.

nodonate2

A graninha extra ganha por desenvolvedores de addons está com seus dias contados. A nossa grande amada Blizzard acaba de lançar uma nova política para desenvolvimento de addons para o World of Warcraft, ela basicamente diz que os addons devem ser totalmente livres de qualquer tipo de encargo, escrito em código limpo (isso quer dizer que todo mundo deve ter acesso ao código sem ele ser mascarado), não podem solicitar doações de qualquer tipo e não podem conter anúncios (propagandas) de terceiros.

Realmente essa nova decisão da Blizzard é surpreendente, pois essa nova política irá detonar grande parte dos desenvolvedores de addons que ajudaram a impulsionar o WoW para o sucesso que ele tem hoje. Os addons apontaram várias deficiências na interface padrão de forma a incentivar modificações oficiais, um exemplo recente que podemos ver é o caso do addon “Outfitter”. A Blizzard vai lançar no próximo patch uma função na interface que muda seus equips em um só clique, idéia que foi claramente influenciada por esse adddon.

Trocando tudo em miúdos, o que a Blizzard está querendo dizer com essa nova política é: “Gostaríamos muito que vocês continuem melhorando o nosso jogo de graça, mas não espere nada em troca além da gratidão dos usuários.

Vai ser bem interessante ver a reação dos desenvolvedores de addons que dependem de “donations” ou mesmo aqueles que são totalmente pagos e o impacto que isso vai ocasionar no WoW, lembrando que um novo patch vem aí e todos addons praticamente necessitarão de atualizações.

Gilneas, o que acontece lá?

gilneas2

Quem conhece a lore de Warcraft sempre encontra algumas lacunas que mesmo até hoje ainda não foram preenchidas pelo World of Warcraft.

Um desses mistérios que ainda não foram revelados é o Reino de Gilneas e a ilha de Kul Tiras.

Gilneas e Kul Tiras eram nações que se uniram na Aliança de Lordaeron durante a batalha da Segunda Guerra. Gilneas é aquela península que pode ser vista no mapa de Azeroth ao sul de Silverpine Forest. Kul Tiras é a ilha logo ao sudeste.

O que aconteceu é que após a segunda guerra, o Rei Terenas, que na época foi considerado o soberano da Aliança, começou a praticar altas taxas de impostos para a reconstrução de Stormwind e para manter a grande quantidade de campos de confinamento que mantinham os orcs prisioneiros. Por conta deste desgaste e a quebra da Aliança por parte dos High Elfs, o soberano de Gilneas, Genn Greymane, decidiu por fim ao pacto e isolar sua cidade contruindo uma grande muralha para que ninguém tivesse acesso ao seu território sem permissão. Essa muralha é a “Greymane Wall” e pode ser vista no World of Warcraft ao sul de Silverpine Forest.

Até mesmo na grande invasão da Scourge, Gilneas não atendeu o chamado. Mantendo se totalmente isolada e ignorando pedidos desesperados de refúgio perante a muralha de Greymane. Possivelmente assim Gilneas manteve-se livre da praga.

Os humanos de Gilneas não pertencem a Aliança, mas também não são simpatizantes da Horda. Muitos refugiados até hoje são presas fáceis para os Worgs do Archmage Arugal. Os seu vizinhos Forsaken com certeza não se sentem confortáveis com sua presença, mas Gilneas manteve-se tanto tempo em isolamento que realmente há dúvidas se existe ainda algum ser humano vivo naquele lugar. Nenhuma Gilneano foi visto durante mais de 10 anos. Boatos criados por fans da Lore de Warcraft dizem que Nagas vindas de Kul Tiras teriam tomado o lugar ou os seus habitantes poderiam ter abandonado o lugar se refugiando em Kalimdor juntamente com expedição liderada por Jaina Proudmoore.

Surpresas virão por aí, quem sabe na próxima expansão.

uTorrentSe o Blizzard downloader(cliente torrent disfarçado e meia boca) estiver demorando demais pra baixar ou se você tem problemas de Traffic Shaping com seu provedor(como eu!) aconselho o uso do uTorrent pra fazer o downloaad do patch, muito mais recursos que o da Blizzard.

É bem simples, basta começar o download pelo Blizzard downloader normalmente, abre o diretório onde o WoW foi instalado e verifique a pasta cache. Você vai ver um arquivo torrent lá dentro, abra ele usando o uTorrent e pronto.

Estou citando o uTorrent, mas qualquer outro cliente torrent pode ser usado: BitComet, Azureus e outros.

…E sim, você vai se sentir um idiota por não ter descoberto isso antes.

Blizzard Nice Guy!

 Ah! Bliizzard!

Os jogadores reclamaram de que o dual specs estaria disponível apenas ao mais alto nível, e a Blizzard jogou para baixo, para o nível 40 (e removeu o reagente, para reiniciar). Engenheiros se queixaram de que não tinham um self-buff, e então obtiveram um. Hunters finalmente podem usar sua última bag. Mesmo após o evento “Loves in the air” terminar, a Blizzard decidiu nerfar o achievement para que todos pudessem obtê-lo, de qualquer maneira. É isso aí, no meio de tanta coisa a Blizzard decidiu nerfar o cooldown da HearthStone. Será que o problema somos nós, ou a Blizzard está batendo o recorde de “abertura de pernas” ultimamente?

Essas mudanças estão sendo bem aceitas por alguns e fazendo outros players torcerem o nariz. A Blizzard nunca esteve tão “boazinha” querendo fazer todo mundo feliz. A impressão que fica é que toda vez que alguém grita nos fóruns oficiais a Blizzard realiza as mudanças sem qualquer fase de aprovação.

De acordo com alguns Blue Posters a mudança no cooldown da HearthStone como todas as outras alterações surgiram não por causa do volume de posts, mas porque os desenvolvedores se reuniram e tomaram a decisão que era mais certa para o jogo. É claro que eles nunca irão dizer que as mudanças partiram exclusivamente do feedback de players, mas é claro que esperamos que essas mudanças não cheguem ao absurdo de transformar o World of Warcraft em um jogo sem desafios.

Preview de Ulduar

Nova instância de 25 Men já está no Public test Realm, veja o Preview:

Realmente está muito bem feito os cenários, e algumas caras você já conhece de Halls of Lightning e Halls of Stone. O esquema do uso de veículos realmente é uma ótima inovação.

 

Sobre o Autor

O nome Mesophitos nasceu a partir de um livro de botânica, na verdade o nome correto em português é mesófito, é a região de um vegetal que é o meio de ligação da raíz com o caule. Sim parece um pouco de exagero, mas na época que ele foi criado não se podia pagar pra trocar de nome, o nome era realmente definitivo, precisava ser escolhido como o nome de um filho.