Aproveitando o post do nosso amigo Matticus falando sobre isso, como ele mesmo disse essa spec é muito interessante.

Na mesma onda do sistema de healing do Warhammer, a spec usa o dano do smite para curar.

O Atonement é um dos curiosos novos talentos na árvore de discipline do Cataclysm. No WoW nenhum healer que se preze já teve essa experiência e com certeza essa spec será ignorada por muitos, pela mudança na jogabilidade. Mas acredito que seja uma spec bem interessante de ser utilizada em raid heal.

Como funciona?

Basicamemente deve-se atacar um target hostil com o Smite. Enquanto você acerta o alvo com Smite, o Atonement é ativado e cura no valor de 100% do dano todos os friendly players dentro do range de 8 yards do target hostil. (Lembrando que a porcentagem de heal assim como o range podem mudar até a chegada do Cataclysm).

Priests  level 80
Priests  level 85

Seguem os talentos chave para a spec:

Atonement: Esse é o talento principal, o mais importante. Numa das beta builds anteriores o Atonement dava um heal de 60/120% do dano. Na beta build atual, foi nerfada para 40/80%. Agora no PTR para o patch 4.0.1, tivemos um buff para 50/100%.

Archangel e Evangelism: Esses talentos ajudam no dano e recuperação de mana stackando a cada dano do smite.

Divine Aegis: SIM! As bolhas irão aparecer também nos heals do Atonement.

Outros talentos da árvode disc podem ser usados normalmente, escolhendo os que melhor se adaptam a sua jogabilidade.

Glyphs

Recomendações de Glyphs para aumentar a eficiência da spec

Glyph of Divine Accuracy: Nós healers sempre sofremos com a falta de hit de nossa gear, então esse Glyph vai ajudar bastante, pois sem hit, não há dano e consequentemente não há a cura que estamos querendo.

Glyph of Smite: O DoT do Holy fire é bem curto, mas 20% a mais de dano é 20% a mais de heal.

Esses dois são os principais e o melhor que se poderia recomendar. Entretanto eu também usaria:

Esses são os Glyphs padrão para serem usados na árvore de discipline.

Rotação e uso da Spell

Comece com um Holy Fire , seguido de um Smite. Se você tiver sorte conseguirá castar 4 smites até que o DoT tenha sumido. É necessário ficar de olho no mana. Deixe sempre stackado o Evangelism no full. Usando o Evangelism junto com o Glyph of Smite o dano aumenta demais. Por isso Holy Fire up sempre.

Uma vez que você note uma perda de cerca de 20% de mana, Use o Archangel e instantânemente recupere o mana perdido. E continue com a rotação.

Você ainda deverá utilizar os seus outros heals de priest. Não seja extremista e ache que healar com o smite seja o único recurso que irá precisar porque não vai ser assim. O foco principal dessa build é esse, mas lembre-se que você pode muito mais. Use sempre seus shields e instant casts lembre-se que acima de tudo você é um Discipline Priest.

Se você estiver em um grupo pequeno 5 men ou 10 men, Sempre preste atenção no seu próprio life e no life dos ranged que estão distante dos melee. Lembre-se que o heal tem range de 8 yards do alvo do smite, quem estiver longe do alvo não vai receber esse heal.

Numa raid você poderá sempre usar essa vantagem a seu favor. Você seria o “Smite Priest” aquele que é dedicado ao heal dos melees. O que significa que o foco do esforço dos demais healars sejam os ranged dps, outros healers e um adicional dedicado ao tank.

Desvantagens

  • Spec com heal limitado a bosses que  permitam o dano melee full time. Você não deveria estrear essa spec no Deathwhisper ou Saurfang por exemplo. Nessas horas é que o papel de Discipline Priest vai ser mais exigido de você.
  • Pelas constantes mudanças ocorrendo no ambiente de desenvolvimento não sabemos se essa spec poderia realmente ser viável, nunca se sabe, mas um Nerf violento pode vir e jogar o bônus do Atonement “to the ground baby”

Deixe um comentário

Nome: (Required)

eMail: (Required)

Website:

Comment:

 

Sobre o Autor

O nome Mesophitos nasceu a partir de um livro de botânica, na verdade o nome correto em português é mesófito, é a região de um vegetal que é o meio de ligação da raíz com o caule. Sim parece um pouco de exagero, mas na época que ele foi criado não se podia pagar pra trocar de nome, o nome era realmente definitivo, precisava ser escolhido como o nome de um filho.